Plane Spotting

Parte 1:

Plane Spotting é a prática de fotografar aeronaves, planadores, balões, dirigíveis, helicópteros e ultraleves. Os spotters (fotógrafos profissionais ou entusiastas da aviação) se reúnem em grupos ou individualmente ao redor do aeroporto afim de fotografar e observar as aeronaves. Os registros são feitos desde câmeras de celulares até potentes DSLR's.

A origem do Plane Spotting vem da 2ª Guerra Mundial, onde essas pessoas ficavam encarregadas de observar e alertar possíveis ataques aéreos. Hoje é um hobby praticado em quase todo o mundo e na Europa existem locais exclusivos dentro do próprio aeroporto para se fotografar.

Cada vez mais surgem pessoas dispostas a fotografar aeronaves como hobby

Já no Brasil, Guarulhos tem um local exclusivo para esse fim, no sétimo piso de um edifício garagem, localizado a 800 metros da pista de pouso. Para ter acesso ao local, os spotters são registrados, afim de haver um controle de quem frequenta o local.

Uma ideia interessante seria fazer o mesmo aqui em Londrina!

Assim como já foi publicado no Blog LDB Spotter em um outro momento, uma postagem com os melhores Pontos de Spotter em Londrina, pretendo futuramente, indicar os melhores locais para se tirar fotografias das Aeronaves em Londrina, além de algumas dicas e cuidados a serem tomados para realizar uma boa foto.


  • Dica número 1: Preocupação com sua saúde! Como em Londrina praticamente não existe mais o "fog" europeu que rendeu o nome à cidade, é sempre válido e necessário se proteger do clima. Para dias quentes, protetor solar, óculos escuros, calças jeans, tênis, bonés e camisas com cores claras ajudam a proteger do Sol. Não se esqueça de se hidratar o mais frequentemente possível, evitando a insolação. Tome cuidado com animais peçonhentos e leve repelente afim de evitar mosquitos. E na hora da fotografia, se perto do muro, cuidado com o arame farpado!
Com o Sol não se brinca! Se proteja!
  • Dica número 2: Preocupação com sua segurança! Você pode estar equipado com seu "simples" celular ou até mesmo com sua potente DSLR, infelizmente pode haver pessoas de má índole querendo se apropriar do que é seu. De preferência, evite fotografar sozinho. Fique sempre atento a qualquer movimento e planeje uma rota de fuga caso aviste o perigo com antecedência. Caso você seja surpreendido, NUNCA em hipótese alguma, reaja a um assalto. Sua câmera por mais cara que seja, não chega nem perto ao valor da sua vida!
Fique atento antes e depois de fotografar uma aeronave!
  • Dica número 3: Procure pesquisar e aprender ao máximo sobre a aviação. Ninguém tem a obrigação de saber de tudo, (menos o Prof. Jonas rs...), porém conhecimento nunca é demais! Há um velho ditado na aviação que é assim "Na vida, quanto mais se vive, mais se aprende. Na aviação, quanto mais se aprende, mais se vive" claro, fotografar tem seus riscos, menores do que a aviação, porém leve esse ditado como uma forma de incentivo aos estudos! Procure sempre perguntar e não tenha receio de tirar dúvidas!
"Airbus da Gol ou Boeing A320 da TAM?" Não confie na imprensa!
  • Dica número 4: Cuide do seu equipamento fotográfico e procure aprender sobre fotografia! Medidas de precaução evitam danos e prolongam a vida do seu equipamento. Procure aprender sobre técnicas fotográficas utilizadas especificamente para o Plane Spotting. Logo mais faremos um post exclusivo sobre uma introdução rápida a fotografia e discussões gerais sobre técnicas de enquadramento e técnicas de edição da imagem.
Com técnicas fotográficas suas imagens melhoram cada vez mais!
  • Dica número 5: Saiba quais tipos de aeronaves você pretende fotografar! Separe uma tabela com os horários dos voos, caso comercias, podem ser acessados aqui. Na aviação geral, por termos duas oficinas de manutenção, dois taxis aéreos além de um dos mais antigos aeroclubes do Brasil todo, a aviação geral é quase sempre presente em todos os horários de funcionamento do aeroporto.
Comercial, executiva ou geral? Você decide!
É isso aí pessoal, logo mais pretendo elaborar uma postagem completa e com fotos dos demais pontos de spotting em Londrina, além de um mapa com as melhores posições em relação a cidade e ao aeroporto. Quero agradecer ao Wilson Júnior, autor do LDB Spotter por autorizar futuramente parte do conteúdo que iremos citar.

Não percam também, futuras postagens com enfoque em técnicas fotográficas afim de aprimorar seu Plane Spotting. Espero que essa postagem tenha sido de grande utilidade aos nossos leitores e possa gerar bons frutos! Caso eu tenha me esquecido de algum detalhe importante, não exite em deixar seu comentário! Estamos abertos a críticas, sugestões e elogios!!!



Antes de começar a postagem, gostaria de agradecer ao spotter e amigo Wilson Junior, autor do blog LDB Spotter pelas dicas e ajudas com os melhores "Spotting Points" de Londrina. Enfim, tendo como continuação da nossa última postagem com dicas de como se iniciar no mundo do Plane Spotting, resolvi pesquisar e apontar alguns pontos ao redor do aeroporto - e dentro da cidade também - que são bons lugares para se fazer o registro das aeronaves.

Parte 2:

Imagem via Google Earth
Tendo a imagem acima, já destaco os pontos 01, 03, 05 e 08 como os mais utilizados pelos spotters da região. Os pontos restantes - 02, 04, 06, 07 e 09 - não são muito utilizados, porém com um pouco de persistência pode lhe render fotos realmente boas. Já deixo adiantado que, logo o aeroporto terá um novo cercamento e portanto algumas áreas deixarão de existir. Por isso após a reforma de ampliação farei uma nova postagem com os novos pontos de spotting no Aeroporto de Londrina.

Em vermelho, o futuro cercamento do aeroporto


Então vamos a descrição dos pontos:

  • Ponto 01: Praça da cabeceira 13. Provavelmente o melhor ponto para se registrar a passagem das aeronaves. Como o vento predominante vem de leste a maioria das aproximações acontecem por esse lado. Para fazer o registro de dentro do aeródromo necessita-se ou de uma escada ou de uma camionete. O Sol atrapalha de manhã durante o verão, porém no restante do ano, esse ponto é um dos favoritos entre os fotógrafos.
A pracinha é um ótimo local para se fazer registros
  • Ponto 02: Través da cabeceira deslocada. Ponto de difícil permanência e difícil registro por causa do curto espaço entre o chão e o muro para apoiar a escada. Porém neste ponto normalmente geram-se belos registros, devido a proximidade da aeronave com o solo.
Deslocada 13, excelente para acompanhar o toque de perto!
  • Ponto 03: Tiro de Guerra. De longe, um dos locais mais utilizados para se fazer o registro das aeronaves. Lá existe uma pequena praça onde alguns pais levam seus filhos para "ver aviões". Além de ser um dos melhores locais no verão, também tem uma Kombi onde é vendido caldo de cana aos sábados, um jeito gostoso e barato para se refrescar após uma tarde ensolarada de spotting.

    Pouso de um ATR 72-600 acompanhado do ponto 03
  • Ponto 04: Través esquerdo da cabeceira 31. Neste local pode obter fotos excelentes durante a decolagem pela cabeceira 13 ou quando há pouso pela cabeceira 31, apesar de não ser frequentemente utilizado devoido sua proximidade com a Av. Salgado Filho.
Pouso do VC-2 da FAB em fevereiro de 2013 pela RWY 31
  • Ponto 05: Próximo ao VOR LON. Um ótimo local para a prática de spotting. De lá, dá pra ver praticamente toda a extensão da pista de Londrina. É bastante utilizado por spotters da região, obtendo excelentes fotos tanto quando se opera a 31 quanto a 13. É interessante ver o contraste que dá entre o centro e o aeroporto, dando uma impressão de um paredão de concreto perto da pista.
As vezes é possível enquadrar duas aeronaves ao mesmo tempo
  • Ponto 06: Través da cabeceira 31 pela direita. Não é recomendável ir se não quiser sujar o carro pois a estrada é de terra. Rende fotos com enquadramento diferente, porém, é pouco utilizado devido a altura do muro ser maior do que o normal. Eu mesmo nunca tive "boa vontade" para esse ponto afim de registrar as aeronaves.
Um dos raros registro desse ponto, PT-BKU arremetendo da 31
  • Ponto 07: Bairro Albatroz. Local é ótimo para se fazer registros durante o taxi das aeronaves e decolagem pela cabeceira 31. Devido a pista ser mais alta do que o muro, não é necessário o uso de escadas para fotografar as aeronaves.
Não é necessário escada no ponto 07
  • Ponto 08: Mirante do Terminal de Passageiros. A não ser que você queira realizar o spotting protegido do tempo, é melhor não utilizar este local. Além dos vidros serem limpos com pouca frequência, a tonalização azulada deles geram fotos com tons mais "frios" exigindo uma edição posterior. É recomendável utilizar apenas em tempo adverso ou para fotos noturnas - seguindo algumas precauções que serão comentadas num próximo post. A falta de amplitude dificulta a visualização da totalidade da pista restringindo-se a fotos durante o taxi, decolagem pela cabeceira 31 e curta final pela cabeceira 13.
Para as fotos noturnas, algumas precauções
Para as fotos diurnas, uma edição é essencial
  • Ponto 09: Em frente ao Muffato da Av. Duque de Caxias. Isso mesmo, você não leu errado, um ponto de spotting longe do Aeroporto. Não que este local seja frequentemente utilizado pelos spotters, mas que rende uma bela foto, é verdade! Por ser na trajetória de aproximação as aeronaves passam baixo e a falta de árvores no facilita o enquadramento. Pode ser uma opção esporádica caso você tenha preguiça de ir ao aeroporto.
Do ponto 09 é possível ver parte do Aeroporto, bem como fotografar as aproximações
Bom pessoal, é isso. Espero que tenham gostado dessa segunda parte que falamos dos melhores pontos em Londrina para a prática do Plane Spotting. Na nossa terceira e última edição, traremos uma breve descrição de como operar manualmente uma câmera, além de deixar links aos interessados em se aprofundar no mundo da fotografia. 

No mais muito obrigado pela atenção e não esqueçam de avaliar e comentar o post, afim de termos uma noção do que vocês querem ver aqui no blog! Aceitamos críticas, sugestões e correções. O nosso e-mail para contato é o tmaerolondrina@gmail.com ou enviem mensagens por inbox da nossa fanpage!

Nenhum comentário:

Postar um comentário